right_side

Quem sou eu

Minha foto
Às vezes sou o que invento Às vezes sou o que não quero ser Às vezes sou poeira que aparece com o tempo Às vezes sou a pedra onde topas sem querer Ainda estou somente só Ainda ando com meus passos inseguros Ainda me encolho quando sinto dor Ainda choro quando tenho medo do escuro Sou uma bailarina que não dança nem nada Sou uma menina que ainda não cresceu Sou quem passa muitas noites acordada Sou quem acorda quando o sol já se perdeu

Por outros lugares.

MSN: a_bailarin_a@hotmail.com

ORKUT: A Bailarina


TWITTER:
@nessie_dantas

Recomendo

Seguidores

quarta-feira, abril 01, 2009

Silêncio



Houve silêncio por ter-se muito a dizer e pouco a ser contado. Houve espaço demais entre as falas mal interpretadas. Houve distancia demais mesmo estando ao lado. Houveram segredos, houveram falhas e houve a dor. De novo e de novo...
A musica ainda toca, os olhos ainda estão tão acordados, tão cheios de mar que parece que a única solução é obrigá-los a se fecharem. É inevitável pedir ao mar pra ficar quieto. Sendo assim, ele insiste em não obedecer.
Ainda penso, imagino, sonho e no fim, volto aos pesadelos. Era sonho demais pra mim. Cansei de imaginar algo bom, imaginei tanto que a dor voltou. De novo e de novo...
Os olhos retornam e continuam aqui a me encarar. Minha imaginação tira o pouco que ainda tenho de lucidez, mas quem disse que isso a incomoda? Me incomoda muito, mas já desisti de tentar vencê-la. Já apostei tanto contra ela que cansei de perder.
Perdi tempo.
Tempo que eu não tinha nem noção de como gastá-lo de outra forma que não essa, mas ainda assim perdi.
Perdi minhas moedas.
Na verdade eu não tinha nenhuma, mas achei que minhas esperanças valessem qualquer vintém. Bem que deu-se pra apostar, mas não lucrei em nada, o que me restou foi a dor. De novo e de novo...
No fim das contas parece que só ela insiste em andar ao meu lado. Minha sombra se faz companheira dela, tentei impedir, mas que posso fazer? Daqui a pouco serei eu... Eu e a dor. Ela, de novo e de novo...
E o silêcio?
Cansou-se de se fazer ativo?
Não... Faz-se mais ativo do que nunca... E desta vez estamos a três...
O silêncio, a dor e eu... de novo e de novo...


4 comentários:

  1. nosssa...

    vc escreve o q eu penso..

    =s

    ResponderExcluir
  2. acho q nunca vi descrição melhor sobre o silencio...
    linda *_*

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Você escreve perfeitamente bem Van, putz muito bom seu texto.
    Boto fé em ti =D

    Luca

    ResponderExcluir